23 de jun de 2011

Templo é Dinheiro!

É inegável que o movimento de igrejas neopentecostais cresce a cada dia. Também, hoje se configura como um dos ramos de negócios mais lucrativos do mercado. Basta dar uma olhada para os luxuosos templos por eles erguidos, e para a vida que levam seus pastores, andando sempre em carros do ano e construindo mansões particulares. Só em minha cidade já são centenas de templos, desde os mais simples "porta de bar" até os mais grandiosos e luxuosos, com lugares para milhares de pessoas. E tudo isto é mantido com o dinheiro suado que arrecadam de pessoas simples e ingênuas, que acreditam piamente que, contribuindo com a igreja, estão contribuindo com deus, e assim garantindo uma futura prosperidade para si próprios.

Enquanto isto não acontece, o fato é que elas apenas mantém a vida boa dos pastores, que são funcionários assalariados da igreja, ou seja, vivem apenas de suas pregações, onde não se cansam de tentar fazer com que mais e mais pessoas doem mais e mais dinheiro para a igreja, assemelhando-se aos antigos fariseus da época de Cristo com sua ganância desenfreada. Este comércio da fé que só cresce dia a dia vem fazendo com que estas igrejas incorporem táticas cada vez mais ousadas e explícitas para arecadar seu dinheiro. Quem não se lembra do curso ministrado por Edir Macedo que mostrava ele ensinando aos pastores como extorquir mais e mais dinheiro de seus fiéis, utilizando técnicas excusas e apelativas para desestruturar a pessoa emocionalmente, fazendo-a ficar fragilizada e assim mais suscetível a doar tudo o que tem para a igreja?



E os recentes casos de pessoas que, em momentos de loucura, doaram tudo o que tinham para a igreja, acreditando assim estarem garantindo um retorno muito maior por parte de deus, e ao se darem conta da burrada, entraram na justiça para reaverem seus bens. Estas igrejas agem como se deus fosse um negociador, e elas como seu procurador, portanto quanto mais você doar para a igreja, mais deus lhe trará de benefícios. Mas a verdade é que este dinheiro só servirá para sustentar os pastores parasitas que vivem às custas de enganar e extorquir pessoas ingênuas, abusando de sua fé. Estas igrejas já contam com canais de televisão, onde fazem um discurso incisivo desqualificando outras religiões, mostrando a visão preconceituosa que possuem e disseminam, e instigando as pessoas a cada vez mais doarem dinheiro para a igreja.

Recentemente a luta destes evangélicos por barrar ações que visam combater o preconceito contra diversos segmentos de nossa sociedade, por exemplo homossexuais é emblemático do tipo de visão distorcida que os mesmos tem da sociedade, vinculando ainda homossexualismo a uma doença e receitando curas para os mesmos. Tais atos de intolerância apenas se somam a outros praticados por eles, em que religiões como as afro-brasileiras são demonizadas, associadas ao mal e extremamente perseguidas por aqueles que compartilham desta fé. 

Jà posso ver o futuro próximo, no qual pastores farão cursos de administração ou economia, aprendendo assim a gerir os negócios da fé que possuem; ao mesmo tempo veremos programas de TV onde pastores insandecidos anunciam: "SALVAÇÃO TOTAL, Jesus ficou louco e está liquidando os lugares no paraíso, só esta semana, duas almas pelo preço de uma, não perca", imitando as propagandas das grandes redes de eletrodomésticos que vemos hoje. É lastimável ver o nível de manipulação mental e emocional a que chegam estes caras. Fico por aqui com um trecho da própria bíblia, apesar de ser um livro cheio de incongruências e mitos fantasiosos, mas ela nos deixa uma passagem que adverte contra estes charlatões que se dizem representantes do senhor:

"Nem todos os que me dizem: Senhor! Senhor! entrarão no reino dos céus; apenas entrará aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. - Muitos, nesse dia, me dirão: Senhor! Senhor! não profetizamos em teu nome? Não expulsamos em teu nome o demônio? Não fizemos muitos milagres em teu nome? - Eu então lhes direi em altas vozes: Afastai-vos de mim, vós que fazeis obras de iniqüidade. (S. MATEUS, cap. VII, vv. 21 a 23.)"

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...