16 de ago de 2009

Pedra Letícia (GO) em São Patrício-GO

Aconteceu neste final de semana mais uma Festa de Peão de São Patrício. Tá, mais e daí, toda festa de peão é a mesma coisa, só tem rodeio e show de dupla sertaneja. Certo? Errado! Se você pensa isto é porque não conhece a festa da pequena São Patrício. Pequena mesmo, pois a cidade é minúscula, mas mesmo assim promove uma festa de gente grande, com uma estrutura de botar inveja em muita capital, e o melhor: totalmente gratuita.

E o mais legal é que não trazem apenas shows sertanejos, mas investem também no Rock e Pop Rock. Sim, Rock sim senhor! No ano passado por exemplo trouxeram os Raimundos, que fizeram um super show que tive a sorte de conferir, e no ano retrasado trouxeram nada mais nada menos do que Engenheiros do Hawaii. Este ano foram mais ousados, trazendo duas bandas de rock em dois dias diferentes. O show principal do sábado foi da banda Titãs, mas infelizmente neste não pude comparecer. E na sexta foi a vez dos goianos do Pedra Letícia, que tocaram junto com a banda Callypso (?).


E lá fomos nós então, eu, meu amor e seus primos pegar a poeirenta estrada de Itapuranga (ciodade em que dou aulas) para São Patrício-GO, antes porém tive que cumprir minhas obrigações como professor, e por volta das 22:30h saímos de lá rumo à São Patrício. A viagem de ida foi tranquila, e chegamos lá com o rodeio terminando. Logo a banda Callypso subiu ao palco, e tive então que suportar quase duas horas dos berros, coreografias e roupas estravagantes, pra não dizer ridículas da Joelma, além da cara de sonso do Chimbinha (não, isso até que foi engraçado).

Tudo bem, passada a pior parte (brincadeira amor, não foi tão ruim assim tá!), foi então a vez de conferirmos mais um show da Pedra Letícia, banda de rock genuinamente goiana e que estourou nacionalmente depois de aparecer no Garagem do Faustão e emplacar a música "Teorema de Carlão", que hoje toca em tudo quando é rádio no país. E o show dos caras é uma diversão e tanto! Fabiano Cambota é um verdadeiro frontman. O cara faz piadinhas antes de cada música, sempre com uma história engraçada pra contar, além de tocar os covers mais inusitados que se pode pensar. Mas desta vez confesso que eles se superaram, afinal de contas, ouvir uma versão Rock'N Roll de "Baba Baby", da Kelly Key eu realmente não esperava!



Além desta, tivemos as tradicionais covers de Sidney Magal, Raul Seixas, o poema da música "Abecedário" da Xuxa, além das músicas sertanejas, obviamente. É nesta hora que percebo a grande ironia proposta pela banda. Os caras cantam uma música com um discurso totalmente anti-sertanejo (Camioneta Zera), e defendendo que em Goiás não temos somente sertanejos, mas também pessoas inteligentes (desculpe, não pude evitar a piada! hahaha), que gostam de Rock e não compartilham de jeito nenhum essa identidade musical "sertaneja" e todo mundo canta a música junto. Mas é só eles cantarem um trechinho de uma música sertaneja que pronto, todo mundo perde a pose e se esgoela de cantar. Patético (o público, não a banda, que pra mim apenas faz uma grande gozação com a cara de todo mundo, mostrando o quão sem identidade esse povo na verdade é, comprando qualquer discurso mostrado na mídia).



Não faltaram suas músicas próprias, que colocaram todos pra pular na arena, literalmente levantando poeira, como "Como oc pôde abandoná eu", "Resolução", "Em Plena Lua de Mel" e, claro, "Teorema de Carlão", seu maior sucesso! Pouco antes de terminar o show fomos embora pra não pegarmos muito trânsito na viagem de volta, que aliás foi uma aventura e tanto, com direito a carro quase estragando, completa falta de visibilidade da pista e muita, mas muita poeira. Mas valeu a pena, no fim das contas todos fomos embora felizes e contentes por termos visto os shows que queríamos (eu o da Pedra Letícia, claro!). Vamos ver quem os caras vão trazer ano que vem né!

Confira as Fotos e Vídeos deste show!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...